Ações planejadas para 2024 visam a evolução dos participantes e o fomento de novos negócios.

Quando estamos cercados de pessoas com propósitos semelhantes, os desafios são superados com mais facilidade. Para os membros do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) da Associação Empresarial de Orleans (ACIO), o ano de 2023 foi marcado por diversos aprendizados neste sentido, contribuindo para a evolução dos integrantes e para que alcançassem os objetivos desejados.

“O Núcleo de Jovens Empreendedores é uma comunidade, um ambiente no qual pessoas com o mesmo objetivo se reúnem para transformar a nossa região em uma potência empreendedora, além do ganho com crescimento pessoal e profissional, troca de networking e muito conhecimento”, avalia a advogada Juliana Carrer Zamprônio, que assume a coordenação do NJE em 2024.

Foto: Arquivo / ACIO

Segundo ela, a união destes benefícios alcançados é a receita para impulsionar os negócios. “Acreditamos que o verdadeiro sucesso vem da colaboração e do apoio mútuo. Cada um, com sua expertise e energia, soma forças para que possamos juntos alcançar muito mais do que conseguiríamos sozinhos”, defende.

No último ano, isso foi possível por meio de capacitações e eventos promovidos, tais como o Feirão do Imposto, o programa Geração Empreendedora e o WorkChopp, além das participações em todas as Assembleias Gerais Ordinárias do Conselho Estadual do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (Cejesc).

Foto: Arquivo / ACIO

Para 2024, mais ações que visam o desenvolvimento dos participantes estão sendo preparadas. “O planejamento, além de manter alguns projetos que já temos consolidados e que vêm dando muito certo, visa engajar ainda mais os jovens empresários da região para estar participando do NJE e fazendo parte do movimento e do ambiente que transforma a vida pessoal e profissional deles”, conta a diretora regional do Extremo Sul da Cejesc, psicóloga Paloma Bittencourt.

Por isso, os atuais membros do NJE estão de braços abertos para receber os jovens empreendedores que desejarem evoluir, divulgar o seu trabalho e trocar experiência. “Eles podem esperar muito engajamento em projetos que promovam networking, soluções de desafios diários dos empreendedores e conhecimentos técnicos e práticos para auxiliá-los nessa caminhada. Além disso, focaremos em projetos que transformem a nossa região, fortalecendo ainda mais o empreendedorismo”, complementa Paloma.

Foto: Arquivo / ACIO

Foto: Arquivo / ACIO